artigo

O Novo Urbanismo, movimento em que o empreendimento Real Parque – Novo Norte é idealizado, foi assunto de um artigo publicado no jornal Notícias do Dia, de Florianópolis. Confira na íntegra o texto assinado por Fernando Koff Milan, Diretor de Relações Institucionais da Real Urbanismo.

O Novo Urbanismo

O Novo Urbanismo é um movimento que vem sendo formatado desde a década de 1980 nos Estados Unidos e que, em 1993, teve um texto fundacional apresentado no Congresso do Novo Urbanismo. Os novos urbanistas desde então conquistaram a simpatia de vários lugares do mundo com sua visão que apoia uma arquitetura contextualizada, com otimização de áreas livres, e o desenvolvimento equilibrado entre o trabalho e a residência. Estratégias de regionalização que, entre tantas vantagens, buscam gerar a redução tráfego e melhoria na qualidade de vida. A Carta do Novo Urbanismo também cobre assuntos como preservação histórica, ruas seguras, edifícios verdes, reciclagem e revitalização de edifícios e sítios. Em resumo, a ideia é voltar-se para o bairro, onde os locais das atividades do cotidiano não excedam 10 km de distância do raio da sua residência. Uma realidade que vem se materializando em Florianópolis a passos largos.

O deslocamento até o centro da cidade exigindo grandes distâncias percorridas, em especial para moradores de bairros do extremo norte, ou sul, da Ilha de Santa Catarina, esta cada vez mais sendo substituído pela oferta de comércios e serviços locais. Em alguns bairros da Capital já é possível notar este fortalecimento na busca por autonomia, por suprir as necessidades de seus moradores. E, seguindo esta onda de autossuficiência pregada pelo Novo Urbanismo, os novos bairros obrigatoriamente passaram a oferecer além de loteamentos convencionais, projetos que contemplem no mínimo habitação, lazer e comércio.

Um exemplo desta nova ordem é um investimento recente de empreendedores do setor de urbanismo no Real Parque, em Ingleses. Numa área de mais de 300 mil m², o bairro planejado vai oferecer 280 lotes que abrigarão residências, áreas de lazer como ciclovia, espaço para piquenique, redário, quadra de vôlei, entre outros, e também uma ala para comércio e serviços, num projeto totalmente inspirado no Novo Urbanismo. Arborização, transporte público e escola fundamental nas imediações, além de vagas de estacionamento, passaram a ser cuidados essenciais para conquistar moradores. Isso porque, de forma orgânica, as pessoas acabaram por absorver o conceito do Novo Urbanismo, mesmo desconhecendo a teoria, principalmente devido a malha viária deficitária da Capital.

Quer construir no lugar certo?

Conheça o REAL PARQUE

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *