Quer mais qualidade de vida? Saiba por que morar em Florianópolis é investir em bem-estar

A capital catarinense figura entre as primeiras colocadas em diversos rankings e pesquisas sobre bem-estar e desenvolvimento humano nas cidades do Brasil, o que faz dela o destino ideal para pessoas em todas as etapas da vida – jovens, casais, famílias com filhos e idosos – que desejam morar em Florianópolis. A cidade é boa para empreender, crescer profissionalmente, criar os filhos com segurança, ou curtir a melhor idade em um lugar com todos os atrativos de uma cidade grande, mas o charme e a hospitalidade das cidades pequenas.

Recentemente, Floripa apareceu como a segunda melhor capital brasileira para se viver, atrás apenas de Curitiba, no estudo Desafios da Gestão Municipal 2017, realizado pela Macroplan – Prospectiva, Estratégia & Gestão. Os indicadores avaliados nessa pesquisa foram divididos nos seguintes segmentos: sustentabilidade, saúde, segurança, educação e cultura, saneamento.  A nota total de Florianópolis foi 0,686, numa escala de 0 a 1.

A cidade de Florianópolis, que apresenta o maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) entre as capitais brasileiras, é considerada a segunda melhor cidade para empreender (de acordo com o Índice de Cidades Empreendedoras 2016, elaborado pela Endeavor Brasil). Além disso, ficou em primeiro lugar entre as melhores cidades para criar filhos (em ranking da Delta Economics & Finance, para  Revista Exame); e é, ainda, a segunda melhor cidade para os idosos (pelo Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade, do Instituto de longevidade Mongeral Aegon / FGV).

 

POR QUE MORAR EM FLORIANÓPOLIS É INVESTIR EM BEM-ESTAR?

Muito além de simples números, esses rankings são fundamentais para mostrar a grandeza e a relevância de Florianópolis no cenário nacional. Se pensarmos que, há pouco mais de 20 anos, a capital catarinense era reconhecida somente pelas suas belezas naturais e pelo turismo, esse crescimento é ainda mais impressionante. A região norte da Ilha de Santa Catarina é uma das que mais prosperou nos últimos anos, tornando-se um polo de empregos e oportunidade para quem deseja morar em Florianópolis.

O mais importante desses índices são as variáveis observadas. Cada um tem uma metodologia própria de classificação, mas os tópicos se repetem na maioria deles e apontam as categorias mais desenvolvidas e quais merecem mais atenção.

PRINCIPAIS VARIÁVEIS OBSERVADAS EM PESQUISAS SOBRE QUALIDADE DE VIDA NAS CIDADES BRASILEIRAS

Cultura e Educação

Nesse item, observa-se a taxa de analfabetismo; o atraso série-idade; a perspectiva de escolarização aos 18 anos; o número de vagas na Educação Infantil e no Ensino Fundamental; a quantidade de pessoas com curso superior; e o número de museus e casas de cultura.

Saúde e Bem-Estar

Aqui, são considerados o número de leitos, emergências e médicos a cada 100 mil habitantes; as unidades básicas de saúde; a taxa de mortalidade por doenças crônicas não transmissíveis (entre 30 e 69 anos); índice de mortalidade infantil; número de pré-natal e acompanhamento obstetrício.

Economia

Observa a média da renda per capita; a distribuição de renda; a proporção de pessoas extremamente pobres ou abaixo da linha de pobreza; a incidência de trabalho infantil; número de empregos formais.

Segurança

Esse índice leva em consideração a taxa de homicídios, o número homicídios de jovens e as mortes por acidente de trânsito.

Domicílio e Saneamento

Considera o número de residências com banheiro, água encanada, tratamento adequado de esgoto, energia elétrica, coleta de lixo e coleta seletiva. Políticas públicas e projetos de sustentabilidade que mobilizem a população são importantes diferenciais.

Morar em Florianópolis

FLORIANÓPOLIS: A CIDADE QUE SE DESENVOLVE SEM PERDER SUA ESSÊNCIA

A soma dessas variáveis faz de Florianópolis uma cidade-modelo em plena expansão, e isso é motivo de orgulho e cuidado, pois é preciso manter o foco e promover o crescimento ordenado, a fim de não perder o status de segunda “melhor cidade para se viver” (e almejando ser a primeira em breve). A oferta de condomínios é um reflexo dessa tendência ao planejamento, assim como o primeiro bairro totalmente planejado do norte da Ilha, o Real Parque, que oferece a segurança de um condomínio com as oportunidades de um bairro.

Desse modo, Florianópolis cresce, torna-se um polo de negócios, oportunidades e cultura sem perder o jeito de cidade pequena, com suas vilas açorianas, as belezas naturais e o carisma e a hospitalidade de sua gente. Agora que gostou da ideia de morar em Florianópolis, você já sabe onde?

Morar em Florianópolis

Quer construir no lugar certo?

Conheça o REAL PARQUE

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *