Mobilidade urbana é um dos maiores problemas dos médios e grandes centros, e encontrar saídas para essa questão é um desafio que demanda muito dinheiro e muito tempo. E, mesmo sendo um assunto tão discutido, engana-se quem pensa que mobilidade urbana engloba somente trânsito de veículos motorizados – a frota brasileira de automóveis e motocicletas cresceu 400% na última década –, o conceito deve contemplar todos os aspectos que interferem no trânsito, como transportes coletivos de qualidade (metrô, trem, BRT), bicicletas (a construção de ciclovias e ciclofaixas e aluguel de bicicletas), pedestres (calçadas conservadas, niveladas e acessíveis; teleféricos, esteiras ou escadas rolantes para acessar comunidades em áreas mais altas).

Entre pedágios urbanos, rodízios de automóveis e restrições de tráfego, a reorganização do espaço é uma das soluções mais eficientes, pois demanda o planejamento – urbano e pessoal – para condensar o maior número de atividades (trabalho, escola, academia, comércio, lazer) em um raio de até dez quilômetros da residência, evitando, assim, grandes deslocamentos. Descentralizar a infraestrutura é essencial para desafogar o trânsito. Florianópolis é uma das cidades que mais vem se “descentralizando”, levando o crescimento do Centro para outras regiões, tanto na porção continental quanto na insular. Um exemplo disso são os bairros do Novo Norte da Ilha, no entorno da SC-401, grande polo empresarial e tecnológico de Santa Catarina, região escolhida pela Real Urbanismo para implantar o Real Parque – bairro planejado com segurança, área verde, lazer e toda a infraestrutura que valoriza o convívio e o aproveitamento do espaço urbano.

COMO OS PROBLEMAS DE MOBILIDADE URBANA AFETAM NOSSO DIA A DIA

A Real Urbanismo entende que a demanda gerada pelas grandes empresas de tecnologia do “Vale do Silício Brasileiro” pedia um bairro completamente pensado na qualidade de vida dos moradores do Novo Norte da Ilha.

Em tempos tão corridos, ganhar algumas horas do dia para estar com a família e os amigos, praticar exercícios físicos, cultivar um hobby ou simplesmente descansar é fundamental para ganhar saúde e qualidade de vida. E morar perto do local de trabalho é uma das melhores maneiras de se ganhar tempo e poder aproveitar melhor esses pequenos prazeres do dia a dia.

Para os desenvolvedores do aplicativo Emprego Ligado, tempo gasto no trajeto até o trabalho é responsável por 40% dos pedidos de demissão. Antes da demissão, longos deslocamentos são responsáveis por atrasos, quedas de rendimento e estresse.

FUJA DO TRÂNSITO PEDALANDO

Dependendo do fluxo de veículos, alguns trajetos são feitos mais rapidamente de bicicleta que de carro e esse já é um forte argumento a favor das bikes. Ir pedalando para o trabalho é excelente também para o condicionamento físico, gera economia e uma indiscutível melhora no humor e na qualidade de vida. Os benefícios para saúde são tantos (redução dos níveis de colesterol, perda de gordura, aumento da capacidade cardiorrespiratória, melhora da autoestima etc.), que muitas empresas adotam incentivos para funcionários que pedalam no trajeto casa – empresa – casa, como um dia folga a cada tantos em que o funcionário trocou o automóvel pela bicicleta.

Antes de começar a pedalar até o trabalho, confira nossas dicas!

Mobilidade urbana

– Conheça o trajeto: Faça uma pedalada de reconhecimento, sem horário para chegar, a fim de conhecer trechos que possam oferecer riscos e demandar mais cuidado;

Mobilidade urbana

– Escolha uma boa bicicleta: É fundamental que a bicicleta seja própria para sua altura e tipo de solo em que será mais utilizada. Existem muitas marcas e modelos no mercado, antes de adquirir uma, pesquise, converse com vendedores e com outros ciclistas e experimente os modelos disponíveis.

Mobilidade urbana

– Invista em equipamentos de segurança: Ninguém está salvo de acidentes, mas há madeiras de se prevenir e diminuir os danos. Equipe sua bike com faróis e sinalizadores, espelhos retrovisor e nunca saia para pedalar sem capacete, cotoveleiras e joelheiras.

Mobilidade urbana

– Use roupas adequadas: Muitas empresas têm vestiários próprios para funcionários que pedalam até o trabalho trocarem de roupa. Opte por vestimentas confortáveis, que não prendam o movimento.

Mobilidade urbana

– Mantenha-se hidratado: Tenha sempre uma garrafa de água presa à bicicleta para evitar a desidratação.

– Conheça os procedimentos de como pedalar em segurança: O Código Brasileiro de Trânsito traz uma série de regras de conduta para ciclistas, que devem ser respeitadas por todos. Há diversos grupos de apoio aos ciclistas espalhados pelas cidades brasileiras, como o Bike Anjo, de Florianópolis, que prestam serviços desde ensinar a andar de bicicleta até consultoria sobre equipamentos e bikes.

Mobilidade urbana

Quer construir no lugar certo?

Conheça o REAL PARQUE

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *