Florianópolis é uma cidade tradicionalmente simpática e hospitaleira. O manezinho da Ilha, nome carinhoso dado a quem nasce na Ilha de Santa Catarina que compõe grande parte da capital de Santa Catarina, é uma figura simpática, que gosta de fazer amigos e contar causos locais. Essas características da terra e do povo, além de toda beleza natural e das oportunidades de negócios e de crescimento, são fatores determinantes para quem pretende morar em Florianópolis. O balneário bairro dos Ingleses, no Norte da Ilha, é um exemplo de lugar que abraça pessoas vindas de diferentes estados e países e que escolheram Floripa para trabalhar, investir e viver.

morar em Florianópolis

Morar em Florianópolis é encontrar gente de lugares diferentes

Alto índice de escolaridade, mão de obra qualificada, excelentes condições de trabalho e incentivo ao empreendedor fazem de Florianópolis um sonho para quem deseja investir e trabalhar em uma cidade nova e busca qualidade de vida. Ao mesmo tempo, os serviços de saúde, a alta expectativa de vida e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) maior que a média (0.847, contra 0.727 do restante do País) garantem o terceiro lugar entre as melhores cidades brasileiras para se viver (atrás apenas de São Caetano do Sul e Águas de São Pedro, ambas em São Paulo).

Morar me Florianópolis é também encontrar novidades constantemente. A riqueza e as diversidades culturais de Florianópolis dão ares cosmopolitas à cidade e enriquecem o lugar com as misturas de línguas, sotaques, sem tirar as características de cidade pequena, como a segurança ou aquele papo com o vizinho à beira da rua.

 

Enquanto cresce, Florianópolis recebe pessoas de todos os lugares

O número de pessoas nascidas em Florianópolis (47,8%) já é menor que o número de quem escolheu a cidade para viver (52,2%). De cada cem habitantes da capital de SC, 48 são naturais da cidade; 22 de outras cidades catarinenses; 29 são de outros Estados; e 1 são estrangeiros. Entre 2000 e 2010, o número de moradores vindos de outros Estados aumentou 66%, e o de estrangeiros, 41%. A maioria veio a Floripa primeiramente como turista e fixou residência após se encantar com a dinâmica do dia a dia e a qualidade de vida nesse paraíso.

 

Ingleses é um bairro completo e diversificado

A região norte da Ilha de Santa Catarina possui, de acordo com o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 107.905 habitantes (o que corresponde a quase 25% da população da cidade) espalhados por seis distritos: Santo Antônio de Lisboa, Ratones, Canasvieiras, Cachoeira do Bom Jesus, São João do Rio Vermelho e Ingleses do Rio Vermelho, este criado por decreto em 1831. Desde a sua criação, os Ingleses apresenta vocação para o comércio e para construção civil.

Na primeira onda de migração, entre as décadas de 1960 e 70, foi impulsionada pela criação da Eletrosul e das universidades estadual (Udesc) e federal (UFSC) e gerou crescimento populacional e econômico nos bairros do entorno do Centro, como Trindade e Santa Mônica.

Mais recentemente, no início dos anos 2000, a Ilha voltou seus olhos a todo potencial da região norte, e um novo corredor econômico começou a surgir a partir da rodovia SC-401. [Saiba mais.] De acordo com uma matéria divulgada no jornal Diário Catarinense de 16 de fevereiro de 2013, a média de valorização do m2 na SC-401 em 2002 chegou a 2000%.

Com o crescimento no norte da Ilha, Ingleses deixou de ser somente um bairro balneário, com uma praia mar grosso que atrai banhistas, surfistas e pescadores. A região passou a ser uma espécie de centro do Norte da Ilha de Santa Catarina, abrigando pessoas de diversos lugares do Brasil e do mundo que se encontram, trabalham e agitam a vida do bairro, que conta com rico comércio, serviços e uma vida noturna digna das grandes cidades.

morar em Florianópolis

Quer construir no lugar certo?

Conheça o REAL PARQUE

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *